A semente ainda está na sua mão. Ontem a melhor atitude foi ser totalmente passivo, hoje diante da mesma circunstância é necessário que se faça revolução!

Em um momento você se abre completamente, para logo a seguir se fechar no mais solene resguardo. Esta é uma regra da vida, nada permanece, nada nunca permanecerá, tudo muda e sempre mudará, a vida é feita de ciclos, de movimentos contínuos.

Sendo assim, como saber o passo a seguir? Qual é o manual que pode prever o que vai acontecer e qual será a ação certa a tomar?

Queremos ler as regras em algum livro, buscamos os melhores mestres, guias e lições, mas é tudo será inútil se não conseguirmos seguir o fluxo natural das mudanças.
Na escola da vida as lições são cotidianas, diferenciadas, relativas, particulares e ao mesmo tempo completamente abrangentes. São ensinamentos comandados pela vastidão deste “grande mistério” que não pode ser controlado ou programado. Não existem atitudes sempre certas, nem sempre erradas. Só existe consciência e esta estará disponível para você, se você aceitar soltar tudo, aceitar se deixar levar nesta embarcação: livre e solto pelo mar da vida. E ainda sim, permanecer plenamente desperto, completamente acordado, a acompanhar os sinais do ventos, o som das marés e o brilho das estrelas. O seu destino é uma consequência de algo que você plantou um dia, mas o grande segredo é que a semente ainda está na sua mão.

Gostou? Compartilhe:

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *